Ondskapt (Revisão e Discografia)


Origin: Sweden 
Genre: Black Metal
Lyrical Themes: Luciferianism, Devil Worship, Evil

Origem: Suécia | Desde: 2000
Gênero: Black Metal
Tema Lírico: Luciferianismo

De acordo com a banda durante entrevista, seus pontos de vista são relacionados entre a vida e a morte, e relatividades a crenças religiosas. Um som ou atmosfera única possui tendências em se destacar nas massas, ao contrário de um acabamento sem graça, médio ou apenas comercial. A banda sempre tentou criar uma atmosfera e um conteúdo lírico de uma maneira que se encaixe com a música em si como um todo. Apenas eles mesmos, é o que dizem ao responder o que é necessário para trazer a maldade para a música, o mesmo entendimento de espírito, perverso, assim tornando-se uma entidade unificada, dizem eles.
A biografia de Ondskapt possui uma visão bastante filosófica, e até mesmo o ódio que é transmitido ao leitor é justificado e não apenas um ódio cego. Menciona Deus várias vezes ao contrário das maiorias das bandas de black metal que negam sua existência ou apenas citam "adoro o diabo'. "É muito claro que o homem decepcionou Deus e o dia do juízo final está próximo."

De acordo com a banda, black metal que nega a existência de deus deveriam ser banidas da cena. O bem e o mal são evidentemente contrapartes. A ira de Deus está sobre a humanidade mais que nunca, catástrofes naturais e foda-se ao ser humano até a morte que eles tão bem merecem. O diabo ao mesmo tempo demonizando milhões de almas em depravação, e a banda o glorifica esse trabalho em cada respiração. suas influências vem de livros sobre ocultismo, cabala, e de fato, a bíblia. Mas infelizmente, quanto mais conhecimento, menos resultados em saber sobre o começo.

A banda cita Ofermod como um fato interessante em uma turnê ao vivo.

“O significado por trás do mal divino não é exterminar opressores injustos, mas agonizar os inocentes e fracos. Um servo do senhor não é um cristão falido, nem um niilista inconsciente tomando banho no pecado. Adorá-lo é obedecer a uma vontade sagrada, imortal em seus próprios fundamentos” - Ondskapt
Por: heavymetaltribune (2010)
Sobre o álbum mais recente "Arisen from the Ashes"
Zykasylum (2010) diz que Ondskapt é talvez uma das bandas mais mencionadas, talvez por considerar os dois anteriores trabalho deles como autêntico marco dentro do BM de contornos Ortodoxos. Tanto o "Dodens Evangelium" como o "Draco Sit Mihi Dux" são quase essenciais para qualquer personagem que se diga fã de BM nos dias de hoje. Nos dias de hoje as coisas quase entraram num estado letárgico e de enxurrada de álbuns com capas satanicoevangelicas muito bonitas mas com pouca consistência quer musical, criativa ou intimista. Sinceramente nem sabia bem o que esperar deste "Arisen from the Ashes", cita ele "a banda é competente, mas se formos a ver os últimos álbuns por onde andaram alguns músicos desta banda sinceramente não passam de devaneios satânicos quase sem alma nenhuma, desde IXXI até a Valkyrja." Mas aqui as coisas parecem funcionar com outras linhas...ou talvez não agora. Este álbum é algo ligeiramente diferente daquilo que fizeram no passado, aqui Ondskapt tornou-se numa banda mais cruel e musicalmente mais fria, aproximando-se perigosamente dos terrenos de Watain e Merrimack (do ultimo).
"Poderão achar estranha esta afirmação, mas eu sigo a banda já á uns bons anos e nunca me tinha sentido tão desiludido como agora." Os temas no seu todo não funcionam e alguns são de uma banalidade estranha, não existe carisma, não existe quase nada de destaque aqui, acho que só se salvam minimamente a "Killing the Human Mind" e o tema titulo, sendo que esta faixa é a melhor do album,mas isto é muito pouco para esta banda.
Apenas um album de BM tocado na corda bamba que arrisca a espalhar-se ao comprido a qualquer altura. Bandas e projetos a mais? Excesso de produtos ilegais de má qualidade?Ou pouca paciencia?
Não faço ideia o que se passou no seio da banda, mas que isto é mediano e quase sem sentido é a única certeza que tenho acerca do álbum e se era para lançar isto mais valia estarem sossegados, é que os dois álbuns anteriores não mereciam um aborto sonoro deste calibre. As primeiras escutas foram melhores ! Há opções como o ultimo de REV 16:8, por exemplo, que ficam bem servidos... Mesmo assim é uma boa ideia comprar o album, para os fãs da banda. Isto dava um ep ou mcd do caralho com este alinhamento: Intro-A Graveyard Night-Killing the Human Mind-Arisen From the Ashes.
Por: zykasylum (2010)

Slave Under His Immortal Will (EP 2011)


Download | Bandcamp | Youtube

----------------------------------------------------------------------

Draco Sit Mihi Dux (2003)



----------------------------------------------------------------------

Dödens evangelium (2005)


Download | Bandcamp | Youtube

----------------------------------------------------------------------

Arisen from the Ashes (2010)


Download | Download | Bandcamp | Youtube

0 Comentários:

Postar um comentário